Polícia Federal prende ex-prefeito de Flores, no Sertão de Pernambuco, após condenação por crime de responsabilidade

Hits: 1

A Polícia Federal prendeu, nesta quarta-feira (14), Arnaldo Pedro da Silva, conhecido como Arnaldo da Pinha, ex-prefeito de Flores, no Sertão de Pernambuco. A PF cumpriu um mandado de prisão expedido pela 38ª Vara Federal relacionado a uma sentença penal condenatória transitada em julgado. Arnaldo da Pinha ocupou o cargo de prefeito de Flores de 1992 a 1996 e novamente entre 2001 e 2004. Segundo a PF, “o ex-prefeito desviou recursos públicos em proveito próprio ou alheio destinados ao convênio nº 3257/01 com a Fundação Nacional de Saúde-(FUNASA) para melhoria habitacional no município para o controle da doença de Chagas”. “As investigações da Polícia Federal indicaram a execução de apenas 51% do objeto previsto no convênio, embora o pagamento tenha sido feito integralmente à empresa contratada”, diz a Polícia Federal. Ainda conforme a PF, o ex-prefeito foi condenado pela Justiça Federal, pela prática de crimes de responsabilidade, à pena de oito anos de reclusão em regime fechado, à inabilitação para o exercício de cargo ou função pública por cinco anos e à reparação do dano causado aos cofres públicos, que, em 2016, ultrapassavam os R$ 400 mil. De acordo com a PF, após ser preso, Arnaldo foi levado para realizar exame de corpo de delito no Instituto de Medicina Legal (IML). Ele está preso na Delegacia da Polícia Federal de Salgueiro e, nesta quinta-feira (15), será levado para audiência de custódia na Justiça Federal de Serra Talhada, também no Sertão. Se for confirmada a prisão na audiência de custódia, o ex-prefeito será levado para um estabelecimento prisional, onde ficará à disposição da Justiça Federal.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *