26 de janeiro de 2022

Chega a 19 o número de mortos durante as chuvas em Minas Gerais

crédito: Corpo de Bombeiros/Divulgação

Hits: 2

O número de mortos em consequência do período chuvoso em Minas Gerais chegou a 19 nesta terça-feira (11), segundo o boletim da Coordenadoria Estadual de Defesa Civil (Cedec).
Dez óbitos entraram no registro de ontem para hoje. Em Dores de Guanhães, no Vale do Rio Doce, um talude desabou sobre um conjunto de casas e matou dois homens na madrugada de ontem (10).
Também ontem, uma criança de 11 anos morreu depois que um muro caiu sobre uma casa em São Gonçalo do Rio Abaixo, na Região Metropolitana de Belo Horizonte.
Em Ervália, na Zona da Mata, um jovem de 20 anos estava em um bar quando houve um escorregamento de terra atrás do imóvel, que provocou um desabamento. O corpo da vítima foi resgatado por militares do Corpo de Bombeiros. O caso também ocorreu nessa segunda-feira.
Outras duas mortes ocorreram em Caratinga, no Vale do Rio Doce, nesse domingo (9). Dois homens em um Fiat Uno tentavam atravessar um córrego que havia transbordado, passando sobre uma ponte que dá acesso ao distrito de Santo Antônio do Manhuaçu. O carro acabou arrastado pela correnteza. O passageiro, de 54 anos, conseguiu sair do carro e nadar até a margem. O motorista, de 41, morreu.
No mesmo município, no Bairro Santa Cruz, um deslizamento de terra atingiu algumas casas. Uma idosa de 62 anos foi retirada com vida e um jovem de 28 morreu no local.
Por fim, as mortes de cinco pessoas em um carro arrastado soterrado em um deslizamento de terra no Retiro do Chalé, em Brumadinho, na Grande BH, também passaram a constar no boletim da Cedec.
As vítimas eram o motorista, um casal e dois filhos de 6 e 3 anos. No sábado (8/1), a família viajava de Paula Cândido, na Zona da Mata, para o Aeroporto Internacional Tancredo Neves, em Confins. Eles embarcariam para o Mato Grosso do Sul.
Ao encontrarem um bloqueio na BR-040, em Congonhas, na Região Central, eles pegaram uma estrada alternativa. Depois disso, não fizeram mais contato com os familiares. O carro foi encontrado ontem.
A Defesa Civil informou que as 10 mortes ocorridas em Capitólio, no Sudoeste de Minas, depois que uma rocha se desprendeu do cânion do Lago de Furnas e atingiu barcos de turistas, ainda não entraram no boletim porque o caso está sob investigação.
Ainda segundo o boletim, Minas Gerais tem 145 municípios em situação de emergência por conta de danos das chuvas. Há, ainda, 3.481 pessoas desabrigadas (que perderam as moradias) e 13.756 desalojadas (que tiveram que deixar suas casas temporariamente).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *