PSDB: mudanças cada vez mais próximas

Hits: 0

O atual presidente nacional do PSDB, ex-deputado federal Bruno Araújo (PSDB) e a prefeita de Caruaru, Raquel Lyra (PSDB) devem ser reconduzido e empossada, respectivamente, ao comando nacional e estadual da sigla nos próximos dias. É o que apontam fontes próximas. Nos bastidores do partido, o assunto que permeia são os próximos passos.
É chegado o momento onde os diretórios estaduais não precisam mais esperar até maio – período das eleições do partido – para realizar a troca de seus representantes estaduais. Segundo vaticinou uma fonte tucana à reportagem: “quem está pra sair, já pode e deve sair nos próximos dias”.
Outra fonte ligada à sigla vaticinou que “Os próximos passos são de recondução de Bruno e posse Raquel”. Indagada, disparou: “Como quem tá no comando já deve sair pra ‘ontem’, quem vai ficar, deve renovar agora também. É um jogo só”.
No último dia 12, a permanência de Araújo (PSDB) foi confirmada pela sigla. Portanto, deve seguir na direção do partido até maio de 2022. Em posicionamento enviado pela assessoria, “A decisão unânime da Executiva Nacional do partido referendou ofício assinado pelos presidentes de diretórios estaduais do partido e pelas bancadas na Câmara e no Senado”.
Em reserva, um tucano declarou que “a decisão de manter Bruno foi muito bem pensada” e criticou: “a atitude de Dória (PSDB-SP) não foi nada política. Ele aglutinou em favor próprio, quis chamar atenção, mas acabou na Berlinda”.
Sobre a chegada de Lyra (PSDB) um aliado assinalou que “com Raquel no comando, não vai ter muito espaço para quem tem poucas palavras”.  “Ela diz, promete e cumpre. Não tem duas palavras e isso é um saldo positivo para quem tá no partido”, disparou um tucano em reserva.
A reportagem já havia sinalizado às mudanças e a dança das cadeiras no comando do partido. À época, uma fonte pronunciou a este repórter que essa ida de Raquel Lyra (PSDB) para a condução estadual tem indícios de foco em 2022: “Está visando a eleição de 2022. O foco é o Governo do Estado e tem fortes indícios de apoio”.
 
Por:Armando Holanda
 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *